21 de fevereiro de 2013

INFORMAÇÃO MACRO-ECONÓMICA


Na esfera macroeconómica, realce nos EUA para a divulgação dos indicadores relativos ao mercado imobiliário, nomeadamente a construção de novas habitações que registou uma quebra de 8,5% no mês de Janeiro (vs -3,6% estimado), ao passo que as licenças de construção observaram no mesmo período um incremento para 925 mil (vs 920 mil estimadas). Ao nível do indicador de Preços do Produtor, destaque para o índice agregado PPI que registou um incremento de 0,2%, ainda assim abaixo do aumento de 0,3% que era projectado pelo consenso de mercado. Na zona Euro, destaque apenas para o índice de preços CPI que registou um incremento de 1,7% face ao período homólogo, coincidindo na globalidade com as expectativas do mercado.