15 de fevereiro de 2013

Mercados: PORTUGAL


O principal índice accionista nacional encerra a sessão com perdas de 0,78%, uma performance em linha com as registadas pelos restantes congéneres europeus. A dominar os ganhos da sessão esteve a Sonaecom, ao avançar 3,87%, enquanto a ZON recuou 1,46%, após a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e a Anacom terem anunciado já terem receberam o pedido para analisar a fusão das duas operadoras nos seus respectivos sectores. Também a Portugal Telecom, a Sonae e a EDP Renováveis registam ganhos na sessão, tendo avançado 0,39%, 0,27% e 0,13%, respectivamente, sendo que a última intensificou os protestos contra a decisão do governo espanhol de cortar a remuneração da energia eólica, ao anunciar a suspensão de novos investimentos em Espanha. No pólo oposto, a EDP registou a performance mais negativa, com desvalorizações de 3,18%, após a Parpública ter avançado com o processo de venda dos 4,14% que detém na eléctrica nacional. O sector financeiro registou também uma performance maioritariamente negativa, tendo o BCP, BES e BPI recuado 2,75%, 1,54% e 0,84%, respectivamente.